Carregando..

História

A prática do skate é quase centenária e surgiu nos Estados Unidos como uma alternativa para os amantes do surfe que não viviam no litoral. Na falta de mar, os americanos logo buscaram uma maneira de surfar no asfalto utilizando uma prancha sobre rodas. Não demorou muito para a nova modalidade ganhar o mundo e chegar ao Brasil. Os primeiros registros em terras tupiniquins datam da década de 60, onde a prática foi considerada como revolucionária. Até por isso, era vinculada a movimentos urbanos que iam na contramão da sociedade, como punks e grafiteiros.

Na década de 70, um grande salto: piscinas vazias começaram a ser usadas como pista e foram inventadas as rodinhas de poliuretano. Logo depois, vieram as modalidades Slalom, Downhill, Freestyle e Vertical. Mas foi só na década de 90 que o skate ganhou nova imagem e começou a ser profissionalizado. Entrou para a lista dos esportes radicais e passou a ser protagonista nos jogos organizados pela ESPN.

A ascendência do esporte, até então considerado de rua, é tanta, que despertou os olhares do Comitê Olímpico Internacional. A partir de 2020, o skate será modalidade das olimpíadas, ajudando a formar uma nova geração de atletas.

Academia do Skate
Academia do Skate